Anarquismo precisa de organização

Cada dia fico mais convencido da necessidade de organização no movimento anarquista. E quando falo de organização, falo realmente de administrar, de delegar funções, de sistematizar atividades e definir expectativas. Não só como um meio de ação, mas também como um fim, como a realidade que queremos construir. Digo isso porque há muitos anarquistas que acreditam que basta colocar por terra tudo que está aí de errado para que a  perfeição brote naturalmente. Não é bem assim. Primeiro, temos de demonstrar ao povo que oferecemos algo concreto. Segundo, o universo não funciona em benefício do ser humano e deixar as coisas acontecerem é pedir para ser varrido da existência. Um anarquismo de anomia, de puro individualismo e de espontaneidades momentâneas seria varrido da existência em pouco tempo.

Anúncios